Close Menu

Busque por Palavra Chave

Presidente da AMAI se reúne com governador do Estado

Por: LÊ NOTÍCIAS
18/02/2020 09:05 - Atualizado em 18/02/2020 09:08
AMAI Foram entregues ofícios em relação à saúde, à infraestrutura e à segurança pública Foram entregues ofícios em relação à saúde, à infraestrutura e à segurança pública

Presidente da AMAI e prefeito de Ouro Verde, Amelio Remor Junior, juntamente com os prefeitos de Faxinal dos Guedes, Gilberto Lazzari, de Ponte Serrada, Alceu Wrubel, de Abelardo Luz, Wilamir Cavassini e de Vargeão, Volmir Felipe, se reuniram na tarde de sexta-feira (14), em Florianópolis, com o governador do Estado, Carlos Moisés. A reunião, intermediada pelo vereador de Xanxerê, Wilson Martins dos Santos, representante do governo na região, tratou de assuntos para desenvolvimento da região do Alto Irani.

SAÚDE

Junior entregou ao Governador e apresentou a preocupação dos prefeitos da região em relação à possível interrupção do atendimento aos pacientes que realizam tratamento renal em Xanxerê. A clínica que realiza o atendimento, solicita um reajuste no valor pago pela sessão de hemodiálise. Atualmente a clínica recebe da União o valor de R$194,20 por sessão, mas enfatiza que há uma defasagem de repasse e que o valor justo para a manutenção do serviço seria, R$256,98. O pagamento desta diferença foi solicitado ao governo do Estado. Visto que não se trata de uma atribuição dos municípios e que o fechamento da clínica acarretará no colapso dos serviços. Segundo o presidente da AMAI, nos próximos dias devem ter retorno para uma nova data de reunião, com a Secretaria de Saúde do Estado para tratar sobre o assunto.

Ainda em relação a saúde, foi entregue pleito do Colegiado dos Consórcios Públicos Municipais de Santa Catarina, solicitando a implantação de cofinanciamento Estadual para os consórcios de saúde incluso no Plano Estadual de Saúde e na política de regionalização Planejamento Regionalizado Integrado (PRI) e o reembolso da produção executada, diretamente ao município de origem do paciente ou ao Consórcio.

Os consórcios Intermunicipais em Saúde são responsáveis pela resolutividade da grande maioria das solicitações em média complexidade inseridas no SISREG para suprir a demanda de atendimento da média e alta complexidade nos municípios, viabilizando assim o acesso a consultas e exames especializados, otimizando os serviços de saúde na região, melhorando o padrão do gasto, qualificando o financiamento tripartite, e, promovendo um maior ordenamento na utilização dos recursos disponíveis, garantindo assim empoderamento dos Municípios, e, promoção, proteção e recuperação da saúde de suas populações.

Portanto, a AMAI, juntamente com o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Oeste de Santa Catarina (CIS-AMOSC) solicitou a atenção ao governo para que haja o ressarcimento aos municípios das despesas de saúde consideradas de média complexidade.

INFRAESTRUTURA

Foram entregues ainda, outros três ofícios para atendimento de pleitos. Foi reforçado junto ao governador um pedido de auxílio, para gestão das estradas vicinais não pavimentadas dos municípios, que têm sido um grande desafio para as administrações, tornando-se intrafegáveis em algumas épocas do ano e consumindo grande parte do orçamento público.

Segundo Censo do IBGE de 2017, a região da AMAI conta com uma extensão territorial de 2.372 Km² e possui uma grande malha viária rural, onde vivem 44.207 habitantes, sendo um terço da população da região do Alto Irani.

As estradas vicinais são consideradas como uma das principais fontes de produção de sedimentos, tornando-se necessárias manutenções periódicas e corretivas para preservar a trafegabilidade. Para a manutenção, foi solicitado ao Estado por meio da Secretaria Estadual de Infraestrutura, o repasse de aproximadamente R$ 150 mil para cada município, para auxiliar no custeio da manutenção das máquinas utilizadas nesses reparos.

SEGURANÇA

Outra pauta defendida e entregue ao governador, reforçou uma solicitação antiga da região, a implantação do Batalhão da Polícia Militar em Xanxerê.

Atualmente, a 4ª Companhia do 2º Batalhão de Polícia Militar de Fronteira (BPM/Fron), com sede em Xanxerê cobre os 14 municípios, destes, cinco possuem comarcas. A ampliação da unidade visa atender o aumento da demanda por segurança pública, já que a região possui uma vasta extensão territorial e faz divisa com o Estado do Paraná, necessitando de maior atenção no combate de crimes transfronteiriços.

Ainda, se considera a necessidade de rondas na área rural onde com frequência ocorrem furtos de gado e assaltos às residências. Dentro dos pedidos também foi solicitado que o Grupamento de Polícia Militar (GPM) de Abelardo Luz seja transformado em Companhia.


Outras Notícias
Alesc - Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro