Close Menu

Busque por Palavra Chave

Vignatti contra o tempo; PSB pode abrir para Coelho; Marcos Vieira mobiliza SC; Anti Udo cresce; Progressistas abraçam outubro

Por: Marcos Schettini
09/03/2020 01:11 - Atualizado em 09/03/2020 16:52

Progressistas mergulham na sucessão em Chapecó

O evento que ocorreu no Oeste, desde SMO até Chapecó, levou Esperidião e Angela Amin, ao lado do deputado Altair Silva, para discutir os caminhos que o Progressistas farão rumo a outubro. Depois que João Rodrigues tomou conhecimento da recuperação de seus direitos políticos, informação dada neste Satélite, motivou seu comparecimento no evento. O encontro agradou ao ex-governador que, com o retorno do ex-deputado e ex-prefeito às discussões, ganha protagonismo. A sigla vê uma eleição fora dos padrões de 2018 e aposta na confirmação das ideias, não da escolha cega como ocorreu com Carlos Moisés que, embalado pelo fenômeno Jair Bolsonaro, chegou ao poder. O encontro regional encheu as dependências da Afusoeste, na Capital do Oeste. Foi o 1° teste positivo no comando de Jonas Bringhenti, o simpático e atual presidente da agremiação na terra da Chapecoense.


ROMPIMENTO

Cláudio Vignatti teve espaço no PT o suficiente para fortalecer seu projeto político, mas, também nele, foi onde tropeçou. Disputou ao Senado e Governo, ficando sem mandato. Cada escolha, uma renúncia. Sua ida para o PSB é a busca do espaço que não tem no partido de Lula da Silva.


TAMBÉM

Marcilei Vignatti vai junto para o PSB. O objetivo do partido em Chapecó é garantir uma vaga na Câmara. Cláudio deverá apostar em um projeto para a nova sigla mais adiante, mas como chega agora, não quer afrontar. A vereadora, ainda no PT, formaliza a saída, já que abriu a janela.


LEQUE

Cláudio deverá atuar politicamente em todas as regiões do Estado. Tem prefeitos e vereadores que, ligados à sua liderança, seguem na mesma direção. No Sul, há um grupo que vai anunciar em seguida. O prefeito de Imbituba, do PT, já carimbou a decisão e vai para o PSB.


INICIATIVA

Com crédito garantido para dar luz política ao partido, Cláudio Vignatti deverá investir em Carlos Siqueira para deixar Rodrigo Coelho sair do partido. Político articulado, o ex-petista sabe da agonia do deputado federal. Como vota tudo contra, não há sentido mantê-lo preso.


ENCONTRO

Como novo presidente do PSB, Vignatti assume com aval pleno do comando nacional. Cláudio vai dialogar com Carlos Sigueira para liberar Rodrigo Coelho depois que ambos conversarem. Vai levar a Brasília os argumentos para deixá-lo sair para disputar em Joinville.


MEXIDA

Ivandro de Souza atraiu um coletivo para o jantar que realizou em Joinville rumo ao processo eleitoral que desenha dentro do Podemos de Paulinho Bornhausen. O empresário começa a formatar seu interesse eleitoral e colocar o nome para a discussão política de outubro na majoritária.


ELE

Adriano Bornschein da Silva, o Adrianinho da Catarinense, vai contar com a atenção de Eduardo Bueno, novo presidente do Novo Nacional que, catarinense, tem interesse em impulsionar a liderança do empresário. Com a saída de João Amoêdo, a sigla de SC ganha força.


ROMPIMENTO

Atual vice-prefeito em Joinville, Nelson Coelho foi para o Patriota por entender que a sigla, identificada com sua posição militar, é o abrigo ideal para justificar, a partir de agora, os ataques que vai fazer em direção a Udo Döhler. Não é de hoje que ambos estão em rota de colisão. Em trombada forte.


PREOCUPAÇÃO

Gert Roland Fischer, engenheiro voltado aos estudos de ataques ao meio ambiente, tem uma tese sobre o uso irresponsável de agrotóxico. Ele, por conhecer bem do tema, deveria ser melhor utilizado pelo governador para defender a ideia. Justamente nesta semana quando a Alesc vai ferver.

COLETIVA

Marcos Vieira esteve no traçado do Oeste para sentir, junto ao agricultor, o que pensa sobre a nova taxação que Moisés deverá fazer. Mesmo com os cofres de Paulo Eli cheio de dinheiro arrecadado em 2019, quer elevar em 17% os produtos, fortalecendo PR e RS. O tucano fala tudo hoje para os jornalistas.


MOVIMENTO

Gert Roland Fischer, que conhece do meio, se for à Capital na próxima quarta para a audiência pública, vai ver mobilização de 1.500 pessoas fazendo um tremendo barulho contra a taxação. Moisés tem os piores argumentos. O engenheiro de Joinville, pulso forte, sabe das coisas. É a saída do governo.


REAÇÃO

Julio Garcia vai ver a Alesc sendo tomada pelos produtores rurais e deixar o grito deles chegar em todas as regiões de SC. Marcos Vieira quer a Casa assumindo seu papel de cobrar e fiscalizar a indiferença não somente no agronegócio, que evita conversar, mas no caos da Saúde.


VITÓRIA

Com participação de quase 93% do eleitorado de Laurentino, o emedebista Marcelo Rocha venceu o tucano Salesio Nardelli, apoiado pelo prefeito cassado, Gilberto Marchi, por 1.727 votos a 1.340. Ademir Caetano, do PSD, fez 1.214 votos. As eleições suplementares ocorreram neste domingo por determinação do TRE, que há cinco meses cassou a chapa eleita em 2016.



Anúncio Radial 2
Campanha Agricultura - Mobile
Campanha Segurança Pública - Mobile
Campanha Santur
Rech Mobile
Alesc Facebook - Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro