Close Menu

Busque por Palavra Chave

Um líder feminista

Por: LÊ NOTÍCIAS
15/03/2017 09:07 - Atualizado em 15/03/2017 09:08

Conhecido por suas críticas irresponsáveis, o polêmico deputado Rodrigo Maia (DEM) envolveu-se em mais uma rixa nacional nesta terça-feira, agora com as mulheres. No mês em que os esforços do sexo e identificação de gênero femininos são ressaltados; e onde a luta por equidade de oportunidades, segurança e direitos é exaltada, o presidente da Câmara dos Deputados retrocedeu ainda mais de época ao discursar.

Maia parece não ter entendido muito bem o que as mulheres querem com a palavra igualdade. Num posicionamento que se assemelha à ironia, ele expôs que idade igual para homens e mulheres na aposentadoria atende aos pleitos feministas. Com isto, Maia ofendeu milhares por todo o País e escrachou que pouco ou nada sabe sobre feminismo.

O defasado presidente parece ter caído de balão em terras que deveria conhecer, pois se a conhecesse e zelasse por ela não teria tal posicionamento. Machista, ancião e alienado foram termos usados por homens e mulheres em redes sociais para descrevê-lo. E não é para menos. Ao declarar a hostil opinião, Maia não levou em consideração o perfil da mulher brasileira – as violências físicas e emocionais nas quais é submetida durante toda a vida, seja no trabalho, em casa ou na rua; nem mesmo o acúmulo de funções que suporta durante toda a jornada; ou a evidente estruturação corporal, que é diferente das dos homens. Por estes e tantos outros motivos parece que somente ele, que deveria ser conhecedor de quem lidera, teria tal audácia. A contrapartida governamental para a falta de acesso à saúde para elas é a ineficácia das políticas públicas.

Misturar retrocesso de direitos com feminismo foi uma postura detestável que, graças à luta das mulheres – esta que de fato faz sentido – foi repudiada nacionalmente. Logo ele, conhecido pelo extremismo dos posicionamentos, quis sugerir bandeiras de trabalho às mulheres e, satisfatoriamente, ficou sozinho nesta.

Se a “reforma da Previdência” por si só já tem dado o que falar, a cada dia o angu aumenta, pois posturas avessas vão sendo desmascaradas. Se tem algo que esta tal de reforma tem trazido de bom é isto: o cair de máscaras dos grandes que, até então, mentiam bem sobre buscar o melhor rumo para o País. Equilíbrio é trabalhar com ênfase no que o povo pede e não fazê-lo engolir o que faz bem para, e tão somente, o governo.


Palhoça Você em Dia - Mobile
Covidômetro - Florianópolis - Julho
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro