Close Menu

Busque por Palavra Chave

Mulher tem papel importante no transporte coletivo urbano em Chapecó

Por: LÊ NOTÍCIAS
09/03/2020 10:13
Extra Comunica A motorista Diana Aparecida Gonçalves é uma das 46 mulheres que trabalham na Auto Viação Chapecó A motorista Diana Aparecida Gonçalves é uma das 46 mulheres que trabalham na Auto Viação Chapecó

Quem imagina a mulher somente como motorista de veículos pequenos, normalmente na faixa de uma a duas toneladas, não tem o conhecimento da força feminina no transporte coletivo urbano de Chapecó. Do total de motoristas que atuam na Auto Viação Chapecó, 5% são mulheres, que começaram a atuar na função há 16 anos. Além disso, mulheres também ocupam outras funções relevantes na direção e chefias da empresa.

Desde 2004 a Auto Viação possui em seu quadro de motoristas homens e mulheres. Atualmente, dos 160 motoristas, oito são mulheres. A faixa etária das mulheres ao volante dos ônibus urbanos varia de 32 a 50 anos de idade. Elas cumprem horários variados de trabalho, semelhante ao que ocorre com os homens, e dirigem os mesmos modelos de ônibus, que têm 13 metros de comprimento e pesam 12 toneladas, ou 12 mil quilos. Há mulheres motoristas que “pegam” a condução dos ônibus às 4h25 e a saída da última motorista mulher para cumprir escala é às 20h. Dentro do cronograma geral de escalas, metade delas trabalha até o início da tarde e a outra metade atua até o começo da noite.

Conforme o gerente de Operações da Auto Viação Chapecó, Ormir Rodrigues da Silva, o relacionamento das motoristas com os homens que atuam na mesma função “é de muito respeito e profissionalismo e elas também recebem o incentivo deles”. Quanto à percepção dos clientes do transporte coletivo quanto às mulheres ao volante, Osmir considera que elas são vistas sem distinção. “É um paradigma que já foi quebrado e os clientes sabem que elas têm potencial para realizar o transporte com muita eficiência”, avalia o gerente.

AS MOTORISTAS

Quem está há mais tempo no volante de ônibus urbanos em Chapecó é Claudia Maciel de Oliveira. Em 2004 ela foi a primeira motorista contratada pela Auto Viação e desde lá tem atuado em diversas linhas na cidade. Afirma, sobre a experiência, que “é muito boa” a oportunidade que foi aberta para atuar nesse espaço que exige pessoas cuidadosas. Quanto à relação entre o trabalho há 16 anos e agora, Claudia avalia que mudou a aceitação. “Antes muitos não aceitavam e até se espantavam”, lembra. À pergunta se pretende continuar na atividade, a motorista tem uma resposta rápida: “Pretendo, sou muito realizada, feliz e tenho orgulho pelo que faço”.

Já a motorista mais recente que está no transporte urbano de Chapecó é a rondoniense Diana Aparecida Gonçalves. Faz um ano que ela chegou a Chapecó e há 20 dias ingressou na Auto Viação, onde faz a linha Presidente Médici, entre o meio-dia e o começo da noite. Antes trabalhava em uma pequena transportadora do marido no interior de Rondônia. A principal diferença que afirma sentir no trabalho está no movimento do trânsito, “que aqui é mais intenso”. Sobre a receptividade dos usuários, sente que é boa, principalmente das próprias mulheres.

Do total de 260 funcionários, a Auto Viação Chapecó emprega em seu quadro 46 mulheres. Entre elas, estão ocupantes de cargos de direção ou chefia, como a diretora administrativa-financeira, Luana Becker Ferronato, e a responsabilidade nos cargos de gerente de filial/GII Central de atendimento e coordenadora de recursos humanos.


Outras Notícias
Palhoça Você em Dia - Mobile
Covidômetro - Florianópolis - Julho
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro