Close Menu

Busque por Palavra Chave

SCPar amiga duvidosa; Vignatti protagoniza; Eliéze Comachio assume-se; PSDB equivocado; Camilo Martins no Vietnã; BPM Blumenau

Por: Marcos Schettini
10/03/2020 10:51 - Atualizado em 10/03/2020 11:36

Governador desconhece o casal Chiquinha e Bastião

Desafinado com a sociedade, tomando cerveja artesanal feito pelos próprios punhos, dedicação merecida de respeito, não justifica torrar dinheiro como no atual momento do Brasil. A Chiquinha e seu marido Bastião, dona de casa que não entende nada de economia, tem ido ao supermercado ver subir os preços e diminuir as sacolas que leva para casa. Em tempo de dólar bom para especulação, fazer dispensa de licitação no Porto de São Francisco do Sul para estender a mão a uma empresa amiga, diz muito da insensibilidade que Carlos Moisés tem no respeito com o dinheiro do contribuinte. Ela, empregada doméstica, sonha com a Disney e, ele, com cinco filhos, só agora comprou uma televisão. Pedreiro com calos que a pá lhe dá diariamente, no final do dia toma um martelinho na venda do Valdir. A SCPar não sabe disso. Em tempos de dor no fígado que o país passa, dispensou uma licitação de quase R$10.800.000,00. A SC Participações e Parcerias é estatal muito parceira mesmo. A beneficiada com isso, não sabe quem é o casal Chiquinha e Bastião, mas provavelmente já bebeu da cerveja de Carlos Moisés na Casa d’Agronômica. Com a palavra, a Assembleia Legislativa de SC.


ESTRANHO

Pessoal da assessoria do Novo em Joinville repudiou a utilização diminutivo do nome de Adrianinho como que está forma de escrita abala sua altura política. A nota postada na coluna enalteceu sua força com a chegada de Eduardo Bueno no comando Nacional, mas exigem a correção.


ENTÃO

Pessoal do partido Novo tem cacoetes que exigem como que ordinário. Deve ser por isso que João Amoêdo desembarcou. Ele que veio da iniciativa privada, enriquecendo o banco por qual passou, observou que, pelas ideias que tem, estava no lugar errado. Quando falar, será Adriano Bornschein da Silva.


EXIGÊNCIA

Político novo tem estas salvaguardas primorosas que, sem entender o meio profissional a que formadores de opiniões estão criando, amargam-se na leitura entendendo que, se não for do modo que exigem, ficam insatisfeitos. A política tem destas novidades que, por ser assim, vira piada.

INCLINAÇÃO

Em política vale tudo, Cláudio Vignatti deverá oferecer apoio à reeleição de Eliéze em São Domingos para mandar um recado de ruptura com o PT. Se Kiko Oliveira disputar a prefeitura, vai declarar pela reeleição da prefeita, marcando a quebra de laços.


NÃO

João Batista Nunes entregou a Cadeira para Gean Loureiro da mesma maneira que recebeu. O titular voltou de viagem com a dona da casa e encontrou tudo do jeito que deixou. A sintonia entre ambos vai tranquilo até outubro sem que o PSDB imponha condições.


QUIETO

O PSDB coloca Gean Loureiro no canto da parede de modo desnecessário. João Batista Nunes não tem colocado quaisquer restrições ao titular e, fiel pleno, dá ao prefeito de Florianópolis a tranquilidade para construir os acertos naturais. O tucanato ajuda calado.


ABANDONO

Governador tem se mexido, mesmo, para pegar lúpulo e acrescentar na excelente produção de cerveja, tarefa mensal. Enquanto matura para consumo, deixa o ginásio Rafhael Martins dos Santos, em Palhoça, completamente ignorado, jogado às traças, pronto desde dezembro de 2018.

PERSEGUIDOR

Como não recebe ordens de ninguém, até pela formação militar que trilhou, Carlos Moisés ignora todos os municípios adversários. Palhoça, ao lado do seu gabinete, é esquecida. Prefeito Camilo Martins precisa do ginásio, mas ele não entrega.


FORA

Chris Manão saiu do MDB de São Francisco do Sul e aposta em sua liderança para produzir efeito político para outubro, porque a eleição suplementar foi dissolvida pelo TSE. Recebeu convite do DEM, PRTB, PL, PTB e PSC. Está analisando e, até meados da semana que vem, decide. Os ulyssistas ficam desfalcado.


ANIVERSÁRIO

Batalhão de Blumenau comemorou 33 anos na semana passada e o comandante fez uma festa gloriosa. Na idade de Cristo, os policiais guardados naquele quartel são respeitados em SC afora pelos excelentes números baixos de criminalidade e humanização. Embora números assustadores de violência contra crianças e adolescentes.


FERVOR

Jefferson Schmidt, comandante do Batalhão em Blumenau, tem um atrativo militar de tratamento respeitosos com os praças e amizade construída junto à sociedade. Veste a farda com simplicidade e respeito à instituição. Hoje, aquele pedaço da PM de SC, é exemplo para todo o Estado.



Anúncio Radial 2
Campanha Infraestrutura - Mobile
Campanha Agricultura - Mobile
Campanha Segurança Pública - Mobile
Campanha Santur
Rech Mobile
Alesc Facebook - Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro