Close Menu

Busque por Palavra Chave

Auto Viação avalia que suspensão do transporte urbano não elimina riscos de infecção pelo coronavírus

Por: LÊ NOTÍCIAS
05/05/2020 11:00 - Atualizado em 05/05/2020 11:05
Extra Comunica Terminal Urbano de Chapecó está sem circulação de passageiros desde o dia 19 de março Terminal Urbano de Chapecó está sem circulação de passageiros desde o dia 19 de março

A suspensão do transporte coletivo urbano aumenta o uso de carros particulares e na mesma proporção os riscos de ampliação da infecção pelo coronavírus. Isso é o que avalia a direção da concessionária Auto Viação Chapecó, especialmente após a ampliação, por tempo indeterminado, da proibição da circulação de veículos de transporte coletivo urbano municipal e intermunicipal de passageiros, feita pelo governo de Santa Catarina por meio do decreto 587.

Para o diretor João Carlos Scopel Filho, é exagerada a decisão do Governo do Estado, porque outros ambientes de risco tiveram flexibilização e esses mesmo locais necessitam do transporte para o deslocamento de funcionários. Argumenta que, diante da falta dos ônibus, o uso de carro próprio ou o compartilhamento nem sempre é acompanhado pelas medidas preventivas que podem ser adotadas nos coletivos, como a disponibilidade de álcool gel, a exigência do uso de máscara e o controle da lotação. Especifica que os ônibus podem passar por rigoroso processo de sanitização interna com hipoclorito e outras substâncias para assepsia, além da limpeza externa.

Em termos do setor de transporte, o diretor da empresa lembra que o principal meio transmissor foi o avião, e não os ônibus do transporte urbano, que continuam a operar nas médias e grandes cidades com a adoção das medidas primordiais de prevenção. Scopel Filho assinala que “o governo poderia ter adotado a flexibilização que é utilizada nos fretamentos para empresas, com a utilização da capacidade de ocupação dos ônibus de forma restrita, para evitar a concentração de usuários e a respectiva possibilidade de proliferação do coronavírus”. Outra possibilidade sugerida é a redução de viagens para a sistemática de sábados, com o número médio 470, e não a dos dias úteis, que é de 950 em Chapecó.


Outras Notícias
Palhoça Você em Dia - Mobile
Covidômetro - Florianópolis - Julho
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro