Close Menu

Busque por Palavra Chave

DO SONHO À REALIDADE

Jovem de Xaxim irá modelar na China

Por: Felipe Giachini
20/03/2017 18:01 - Atualizado em 20/03/2017 19:09
Em pouco tempo de carreira, Luize Amador fará temporada internacional (Fotos:  Felipe Giachini/LÊ) Em pouco tempo de carreira, Luize Amador fará temporada internacional (Fotos: Felipe Giachini/LÊ)

Por Felipe Giachini

Um olhar de quem entende do assunto. Foi assim que o sonho de Luize Amador Schlickmann, de 16 anos, começou a ganhar força. A menina do interior, que, assim como milhares, têm na mente e no coração a vontade de se tornar uma modelo de sucesso, viu a oportunidade de investir no ramo quando, por várias vezes, desde a infância, foi procurada por agências para modelar. Os traços particulares da menina de olhos e cabelos escuros chamaram a atenção de quem busca encontrar em meio à multidão, personalidades únicas e lançá-las no mercado. A influência que vem da televisão, das páginas de revistas e da internet, faz com que muitas jovens alimentem o sonho de viver à frente de flashes, refletores e em cima das passarelas pelo mundo, porém nem todas têm as condições de conquistar espaço no universo da moda. Após passar por várias etapas da carreira que iniciou há pouco tempo, Luize dará o passo mais largo de sua vida até agora: ela foi contratada por uma agência de modelos da China, e está com quase tudo pronto para embarcar rumo à realização de um sonho construído com muito amor.

Atualmente ela atua como auxiliar pedagógica de matemática e alfabetização em uma instituição de ensino de Xaxim. Filha do Valdair e da Ivonete - vendedor e costureira - e irmã da Camila, Luize, que sempre almejou a moda como carreira profissional está de malas quase prontas para viajar a Shenzhen, na China, onde sua rotina se transformará totalmente e ela terá como prioridade os ensaios fotográficos e campanhas publicitárias. Além de modelo, uma das profissões que também esteve nos planos da adolescente e que admira muito é a de professora, mas a oportunidade que bateu à sua porta protagoniza a realidade almejada com tanto entusiasmo. Quanto à matemática da vida, Luize está a poucas semanas de dar esse passo importante na trajetória profissional, o que só aumenta a ansiedade da jovem. Por outro lado, a insegurança de viver em uma cultura totalmente diferente da que está acostumada aos poucos diminui e os sonhos são multiplicados, estes que agora são divididos com os familiares e amigos que torcem pela sua realização.

O PRINCÍPIO DO SUCESSO

“Desde criança eu tinha esse sonho, me vestia com as roupas da minha mãe e andava com os sapatos de salto dela”. Ela relembra que agências a procuraram quando criança, mas nunca deu atenção. Há dois anos uma agência de Chapecó estava na escola onde ela estuda para encontrar novos rostos para lançar no mercado. Ela foi escolhida junto com outras 39 meninas e foi selecionada para ir a São Paulo visitar agências, onde ficou em acompanhamento com uma delas, a Ming Management. “Lá me senti em casa, pois era onde eu sempre quis estar, seja para desfilar ou tirar fotos, inclusive amo tirar fotos”, destacou. Porém, a falta de retorno dessa agência que a levou para um dos polos da moda mundial fez com que Luize desistisse.

Em outubro do ano passado ela foi selecionada pela Tríplice Agência de Modelos, sede em Carazinho/RS, que insistiu para que ela continuasse com o sonho, pois teria futuro na profissão. “Eu estava muito desmotivada, desacreditada, mas eles insistiram e reforçavam que eu tinha perfil para o ramo e que só dependia de minha dedicação”. O book profissional foi feito e encaminhado para agências do País. Dessas, quatro internacionais a selecionaram, inclusive a Ming - que a acompanhou um ano antes -, a que teve grande influência para que a modelo fosse contratada por uma agência do exterior, a Universal Model Agency, da China.

Quanto à preparação, Luize participou de diversos cursos de fotografia e passarela, inclusive com treinamento em casa – em frente ao espelho ou assistindo vídeos na internet -. Ela conta que gostava mais de passarela, mas diz que ainda não tem altura suficiente, que precisa crescer mais dois centímetros para poder desfilar em chão asiático. Luize tem 1,74 de altura; 54 kg; 62 cm de cintura; 80 cm de quadril; e 78 cm de busto. A preocupação de muitas modelos é com a dieta, mas ela afirma que nunca se importou muito com isso e que manter a forma não é uma dificuldade, mesmo que, conforme ela, a genética da família não é tão favorável para o meio.

DE MALAS QUASE PRONTAS

A modelo esteve há duas semanas em São Paulo organizando material para seu portfólio. Suas fotos e medidas foram encaminhadas há poucos dias para a agência chinesa, que avaliou e não teve dúvidas em contratar Luize, que passa a utilizar Louise como nome artístico. De maneira inesperada, a adolescente recebeu um e-mail da empresa com opção de viagem. “Quando vi que era para a China fiquei sem reação e muito emocionada, pois não esperava que acontecesse tão rápido”.

O contrato é de um ano e a cada três meses ocorre a renovação. Caso ela não se adapte à cidade, ela pode ser realocada na China ou em qualquer outro país da Ásia, onde mais tem trabalhos. A viagem está prevista para o início de abril, assim que o passaporte e a documentação necessária fique pronta. Lá, Luize ficara com outras modelos de diversos lugares do mundo em um apartamento, geralmente com seis a 10 modelos. A moradia e o deslocamento ficam por conta da agência; já a alimentação é de responsabilidade delas. Como a xaxinense ainda não tem altura para passarela, ela poderá usar a imagem e também a voz para ensaios fotográficos e campanhas publicitárias.

A cultura diferente não preocupa a modelo, que espera adquirir muito conhecimento com a nova empreitada. A linguagem do país fará com que a jovem coloque em prática o aprendizado que teve em apenas cinco meses no inglês. Para dar conta da rotina repleta de compromisso e pela Educação da China não coincidir com a do Brasil, ela não terá como cursar o Ensino Médio, mas irá concluí-lo assim que retornar para casa. “Espero que eu tenha acima de tudo muito aprendizado, pois essa experiência irá mudar totalmente minha vida e meu modo de pensar”, relatou.

Ela acredita que estar desfilando ou fotografando significa estar fazendo tudo o que sempre quis e que o segredo para garantir o sucesso é manter a humildade e dedicar-se ao máximo em tudo o que for fazer. “Me sinto muito bem, única e fazendo o que realmente quero para minha vida. Tenho certeza que o sucesso vem com muita dedicação, esforço e humildade. Não adiante ser modelo, ganhar dinheiro e não ser humilde, porque se o dinheiro falar mais alto tudo começa a dar errado. Penso que em qualquer profissão temos de correr atrás daquilo que a gente quer. Nesse ramo, não tem muita opção em nossa região e se a gente realmente quer devemos buscar as oportunidades aonde elas estão, mas sempre manter o pé no chão”.

APOIO INCONDICIONAL

Apesar de todas as mudanças que terá de se adaptar, a maior dificuldade será ficar longe da família e dos amigos, pois Luize sempre foi muito apegada aos pais e ela terá de se virar praticamente sozinha, até porque o máximo de tempo que ficou longe de casa foi de uma semana. “Não será fácil, mas sei que eles estão comigo me incentivando a cada dia para que eu realize todos os meus sonhos. Meus pais sempre me acompanham em tudo, inclusive meu pai viaja comigo em todos os trabalhos que faço. Quando contei para meu pai que iria para outro país, ele ficou muito emocionado. Minha mãe ficou em choque, não sabia se chorava ou se ficava feliz, tanto que demorou um dia para ela cair na realidade e agora a família toda fica emocionada só de tocar no assunto. O que estou fazendo não é só por mim, mas é também por eles. No futuro espero ter melhores condições para ajudar a minha família”.

Os pais Valdair e Ivonete não escondem a tristeza por ver uma filha partir para tão longe, mas garantem que é o melhor para ela, pois é a realização do sonho da filha. “Nosso coração sente muito porque ela está sempre com a gente e agora ela ficará tão longe. Porém, acreditamos que as oportunidades devem ser aproveitadas. Nossa filha é uma menina muito centrada, que sabe o que quer, e para ela vencer na vida depende mais dela do que de nós. Esperamos que dê tudo certo, pois torcemos muito para isso. Estamos aqui para dar o total apoio e temos a certeza de que estamos fazendo a coisa certa”.

Camila também sente muito a partida da irmã, até porque as duas cresceram juntas e estavam juntas em todos os momentos. Por conhecer bem a irmã, Camila confia que Luize tem tudo para conquistar o mundo. “Ela é um orgulho pra mim, desde pequena sempre teve personalidade forte e foi conquistando seu espaço. Sempre foi estudiosa, inteligente e humilde. Tenho certeza que ela fará muito sucesso e essas qualidades ficarão sempre com ela. A palavra que define é orgulho! Desde sempre pensávamos que eu iria sair de casa primeiro, mas após essa oportunidade na vida dela, tive certeza que tão logo isso não iria acontecer, pois ela vai sair de casa primeiro. O sentimento é também de dever cumprido, pois em todas as decisões sempre procuramos conversar em família e decidir o melhor a ser feito e, no momento, isso é o melhor pra ela e é claro, ela vai arrasar!”


Outras Notícias
Anúncio Radial 2
Campanha Infraestrutura - Mobile
Campanha Agricultura - Mobile
Campanha Segurança Pública - Mobile
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro