Close Menu

Busque por Palavra Chave

Moisés enrascado; Vice é mais incompetente; Punir a chapa salva SC; A soberba derrubada

Por: Marcos Schettini
12/05/2020 10:34 - Atualizado em 12/05/2020 11:00
Cristiano Estrela/Secom

Orgulho e preconceito

Entregar o manche para quem nunca pilotou, só em Hollywood. Naqueles filmes em que o comandante dá um mal súbito e, sem ninguém, um voluntário assume a responsabilidade via torre de comando. Na vida real pode até funcionar, mas a custo de muitas vidas. Henrique Córdova, Jorge Bornhausen, Esperidião Amin, Paulo Afonso, Raimundo Colombo, Eduardo Pinho Moreira, Leonel Pavan, Jorginho Mello, Dário Berger, têm experiência no comando de potencialidades. Seja no timão do Estado ou em prefeituras de grosso calibre, se erraram, acertaram em atos extraordinários, às vezes, como nas enchentes, sobre-humano. Cercaram-se de bons laterais, centroavantes e defesas. Esquecidos, Carlos Moisés expeliu sua soberba ignorando-os na inauguração da Hercílio Luz. Não há explicação para esta tolice.


EXPLICAÇÕES
O governador passa a ser, agora, alvo de denúncia aprovada pelo TCE que ontem, por unanimidade, quer saber os motivos que serviram de base para que ele garantisse o aumento para os procuradores da PGE. Vai ter que arrumar muitos verbos.


CASSAÇÃO
A vice vai argumentar que não tinha conhecimento destes aumentos e que, se soubesse, iria revogar. Quer se isentar de uma responsabilidade que, por bem menos, Dilma Rousseff caiu. Quer deixar somente Moisés atravessar o mar de sangue.


VOTOS
Para tirar a atrapalhada dupla, são necessários 27 votos dos 40 votos na Alesc. Se levar em consideração a simpatia que ambos demonstraram durante estes irônicos 17 meses em que têm afundado SC, sobe mais. O PT, com quatro, fica com Moisés.


QUADRO
Os lulistas não se inclinam para Carlos Moisés por gostar de sua truculência, perfil boçal e ar militar. A questão é Daniela Reinehr que, tem tudo o que titular demonstra e, pior, sua incompetência perversa e ligação com a extrema direita.


NADA
Com Daniela Reinehr estarão, com a queda de Carlos Moisés, os deputados Jessé Lopes e Ana Campagnolo. Ambos na escola do patético Olavo de Carvalho, aquele Bucéfalo que carrega o bolsonarismo na sela do terraplanismo.


AFINAÇÃO
Entre a visão do recruta Zero e a acefalia da vice, ficam com o representante da caserna. A parceira de chapa de 2018 é uma representante mais atrasada que do titular. E olha que este, incrivelmente, já é pole position no que há de mais pífio. Imagina a substituição disso.

ACABOU
O PSL em SC é apenas uma lembrança piegas daquele 2º turno estadual. Não sobrou absolutamente nada do fatídico dia em que, no estalar dos dedos, como uma poção maldita, os eleitores foram embriagados de uma desgraça 17 meses revelada.

LEMBRANÇA
O MDB subescreve todo este tropeço. Votaram em Moisés como que dando a ele o precioso estado de SC para chegar a este patamar desolador. Como foi dito, ganha uma vacina contra o coronavírus quem levantar a mão.

SOCORRO
Tirar Carlos Moisés e deixar Daniela Reinehr é como curar do coronavírus e ser contaminado novamente. O cenário de horror é de Hiroshima e, depois, Nagasaki. Se ele é um desastre, ela a 2ª potência disso. A matemática de destruição perfeita.

DESMORALIZADO
Está ruim para Carlos Moisés estimular o fechamento do comércio e de setores que pode quintuplicar, em alguns dias, a contaminação no estado. Ele fechou na hora errada e afrouxou na mesma incompetência. Agora que é o momento, ninguém respeita.

LOCKDOWN


Seria perfeito um isolamento destes dois trapalhões de SC na Ilha do Campeche. Amarrados um ao outro, ficariam suportando-se na proporção que assim tem feito aos catarinenses. Uma Junta assumiria o controle e, neste diálogo, salvar tudo e todos.



Palhoça Você em Dia - Mobile
Covidômetro - Florianópolis - Julho
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro