Close Menu

Busque por Palavra Chave

Jessé Lopes campeão da infâmia; Daniela Reinehr desonra as mulheres; Cadê o Conselho de Ética? Alesc e o cancro

Por: Marcos Schettini
26/05/2020 09:42
Rodolfo Espínola/Agência AL

Um cancro na Alesc

O deputado Jessé Lopes precisa de tratamento psico, comportamental. Ele, do estilo tijolo na cara, está sempre acompanhado de outros à imagem e semelhança. São a osmose desta reação que marca sua patética existência. O deputado estadual deveria fazer um gesto mínimo de seu caráter inferior e renunciar ao mandato. As intenções deste sujeito são de pregar o ódio e o mal. É um legítimo representante do fascismo que marca sua origem fútil e devassa. Poderia, mostrando pelo menos o respeito que tem pelo latão, seu melhor prêmio, abraçar a vice-governadora e, de mãos dadas, desaparecerem da vida pública, parando de envergonhar a já difícil vida política. O seu estilo tsunami de coice, desrespeito e infâmia, não pode ter continuidade. Um baluarte do pole position machista, degradante, nocivo à convivência social. Com a palavra a Mesa e o plenário da Casa. Oposição sempre. Mentiroso, caluniador, um australopiteco, jamais. Cura-se Alesc, agora, deste cancro.


CHORUME

O deputado Jessé Lopes é o que há de pior dentro do Parlamento de SC. Um troglodita insano e caverneiro. Elegeu-se porque seus eleitores, levados à inocência, depositaram o voto em uma urna à moda fossa, elegendo este pútrefo sujeito.


CASSAÇÃO

Está mais que no momento de os deputados estaduais darem legitimidade ao Conselho de Ética da Alesc e defenestrar esta aberração da democracia. O deputado é um elemento baixo, sujo e patético em sua existência física e política.


RESPONSABILIDADE

Amadureceu para que os demais deputados, principalmente as mulheres, sejam voz gritante na Casa para que esta aberração seja dizimada da Tribuna do Povo. Mais que cassar seu mandato, é riscar ele da história.


NÃO

Discordar do governador, não gostar de seu modo administrativo trapalhão, cercado de tudo o que há de pior em incompetência, com exceção de Paulo Eli, é aceitável. Mentir, difamar e ser escroto nas vestes da Tribuna, é inadmissível. Arrancar agora.


ELA

Não se esperava outra posição tão vergonhosa e patética como a demonstrada pela vice-governadora. Daniela Reinehr é Jessé Lopes de saia. Se sujeita às ideias dele como uma serviçal barata. Ela calada, escarra em todas as mulheres.


SEMELHANÇA

Daniela Reinehr é uma aberração tanto quanto o deputado que ela defende. Ao atacar tempos atrás as mulheres, a vice se calou covardemente como é de seu estilo vergonhoso. Peçonhenta como uma víbora prenha, se soma ao chorume de seu deputado preferido.


CONSEQUÊNCIAS

Por isso, mais claro, Daniela Reinehr nunca poderá assumir a sensata Cadeira do Estado. Carlos Moisés pode ter seus defeitos e escorregões, mas não é um calhorda como o deputado e a vice Daniela Reinehr estampam. Se é para tirar o Bombeiro do Poder e esta infâmia assumir, fica Moisés.


VERDADES

Pouco, bem pouco mesmo, o Satélite toma posições verbais para expressar a conduta deste patife com as vestes do Parlamento. Já amadureceu o suficiente para ceifar, agora, já, neste momento, sua presença na Alesc. Se os deputados não o cassarem, respalda sua bandidagem.


CRETINO

A Mesa dirigida pela mão firme de Julio Garcia deve direcionar para que Jessé Lopes tenha a pena capital do mandato. Atitude para honrar as mulheres, crianças, as famílias e a democracia. Um patife da mesma escória conhecida de Brasília. Chega de tolerância.


PARES

Se as bancadas na Alesc têm obrigação de chutar esta aberração para fora do Parlamento, a do PSL é a primeira a deliberar nesta direção. Se assim não o fizer, assina junto como coparticipes. Respeito é a palavra para que os cinco deputados assim demonstrem.



Anúncio Radial 2
Campanha Infraestrutura - Mobile
Campanha Agricultura - Mobile
Campanha Segurança Pública - Mobile
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro