Close Menu

Busque por Palavra Chave

Projeto do deputado Maldaner quer mais atenção aos agricultores familiares no Plano Safra 2020/21

Por: LÊ NOTÍCIAS
22/06/2020 17:57
Pablo Valadares Celso Maldaner é coordenador da Comissão de Agricultura Familiar da Frente Parlamentar da Agropecuária Celso Maldaner é coordenador da Comissão de Agricultura Familiar da Frente Parlamentar da Agropecuária

O Ministério da Agricultura anunciou na última semana, R$ 236 bi em recursos para o Plano Safra 2020/21. Terão acesso ao crédito, 6% maior do que ano anterior, pequenos, médios e grandes produtores rurais do país. Os valores são destinados para custeio, comercialização e investimentos em infraestrutura.

- R$ 170 bilhões para os grandes produtores e cooperativas – com juros de 6% ao ano.

- R$ 33 bilhões para os médios, com juros de 5% ao ano.

- R$ 33 bilhões para a agricultura familiar, com taxas variáveis entre 2,75% a 4% ao ano.

Como medida de corroborar com o Plano e pensando, principalmente, nos agricultores familiares que sofrem com os efeitos climáticos ou também, neste momento, com a crise econômica provocada pelo novo coronavírus ocasionados pelo fechamento do comércio, o deputado federal Celso Maldaner entrou com um projeto para que estes fossem ainda mais assistidos pelo governo federal no sentido de atendimento ao crédito, inclusive com taxas mais baixas.

Maldaner ressalta que está trabalhando para que o PL 3220/20 seja acatado e beneficie os agricultores familiares. “O Plano Safra é muito importante para evitar o êxodo rural dos agricultores familiares que enfrentam esse momento crítico e garantir a segurança alimentar da população”, explica Maldaner, que é coordenador da Comissão de Agricultura Familiar da Frente Parlamentar da Agropecuária.


Outras Notícias
Palhoça Você em Dia - Mobile
Covidômetro - Florianópolis - Julho
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro