Close Menu

Busque por Palavra Chave

Transparência Criciúma

Reflexão sobre o 31 de março

Por: LÊ NOTÍCIAS
06/04/2017 09:35
(Foto: OAB Chapecó) (Foto: OAB Chapecó)

Por Ortenilo Azzolini

Presidente da Subseção de Chapecó da OAB


Há 53 anos, ocorreu o golpe militar que implantou, em 31 de março de 1964, uma ditadura que por mais de 20 anos estabeleceu no país o retrocesso no Estado Democrático de Direito, solapando as garantias individuais dos cidadãos brasileiros e também das instituições democráticas.

Com a imprensa e o direito de expressão censurados, à revelia da população, as sementes da corrupção eram semeadas, nos mais diversos quadrantes da administração pública. O resultado veio à tona a partir do momento em que esses mesmos instrumentos, a imprensa livre e a liberdade de expressão, se restabeleceram.

A conclusão que se tira dessa trajetória pela qual passou o país, nos impõe o dever de fazer uma profunda análise, a fim de que a penosa história que foi vista não se repita. Não há como e nem porque admitir-se qualquer tipo de discussão, a não ser no sentido de afastar inadvertidos comentários de defesa de tão triste momento da história do Brasil, pois a supressão do mínimo direito individual, mormente o direito de expressão, é prejuízo incalculável em todos os sentidos do desenvolvimento do ser humano e, por consequência, da sociedade e do próprio país.

O Brasil tem hoje papel importante na manutenção da democracia, não somente em seu território, mas também o de exercer forte influência no melhoramento da fragilizada democracia da América do Sul e mesmo do mundo. Porém, para que isso ocorra, se faz necessário constante debate sociopolítico, para que o cidadão tome consciência do verdadeiro sentido da liberdade, como fator de realização do bem individual e, em especial, o bem comum.

Somente com a participação consciente de todos podemos afastar o fantasma dos retrocessos políticos e, por consequência, econômicos, e avançar na construção de uma nação livre e justa.

Por fim, é de capital importância entender que a ditadura planta suas raízes nos momentos democráticos, quando a maioria dos cidadãos pensa que está tudo bem, ou apenas reclama por reclamar, sem se empenhar efetivamente na vida política do país.


Transparência Criciúma 2
Anúncio Radial 2
Palhoça Parques
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro