Close Menu

Busque por Palavra Chave

Entrevista | Laticínios Bela Vista mantém produção de lácteos com cuidados necessários no combate ao coronavírus

Por: Marcos Schettini
13/08/2020 17:27 - Atualizado em 13/08/2020 19:11
Divulgação

Quando os irmãos Marcos e Cesar Helou assumiram os negócios da família em 1985, fazia 30 anos que o pai Saladi Helou havia iniciado com uma pequena fábrica de manteiga e queijo no interior de Goiás, com produção de 2 mil litros de leite por dia. Hoje, empregando mais de três mil funcionários, o império do leite posicionou o Laticínios Bela Vista como uma das maiores indústrias de derivados de laticínio do País, processando diariamente mais de 6 milhões de litros de leite e comercializando 160 produtos em todo o Brasil.

Dono das marcas Piracanjuba, Pirakids, LeitBom, ChocoBom e MeuBom com sete unidades em diversos Estados, inclusive em Maravilha, no Oeste de Santa Catarina, o Laticínios Bela Vista tem duas importantes parcerias internacionais. Uma é com uma cooperativa americana produtora de amêndoas, a Blue Diamond, outra é com a Nestlé para a produção e comercialização das marcas Ninho e Molico.

Em entrevista exclusiva ao jornalista Marcos Schettini, o diretor comercial do Laticínios Bela Vista, Luiz Claudio Lorenzo, falou das medidas tomadas pelo grupo goiano em todas unidades do Brasil para combater o coronavírus e manter a produção de lácteos. Ainda, falou sobre mudanças no consumo do brasileiro após início da pandemia. Confira:


Marcos Schettini: Dados gerais da Embrapa mostram que a indústria de laticínios vem resistindo bem aos efeitos do coronavírus na economia, apenas com uma menor procura por produtos mais elaborados e, portanto, de maior valor. Na Piracanjuba, este cenário se repete?

Luiz Claudio Lorenzo: Sim, em um primeiro momento, a procura por lácteos diminuiu por conta do fechamento dos restaurantes e pizzaria, no entanto, o consumo nos lares cresceu e compensou a perda inicial. Os produtos mais populares tiveram crescimento e, aqueles com maior valor agregado, caíram um pouco.


Schettini: Quais produtos da Piracanjuba tiveram melhor desempenho?

Lorenzo: Leite longa vida, leite condensado, creme de leite e leite em pó. Não divulgamos valores.


Schettini: E os que sofreram mais neste primeiro semestre?

Lorenzo: Produtos com proteína, para atletas, bebidas com amêndoas, bebidas lácteas com embalagens individuais, que são consumidas em lanchonetes, padarias, no escritório, em escolas e produtos direcionados para food service.


Schettini: A empresa fez algum ajuste na operação - por exemplo, segurou investimento, adiou lançamentos ou mesmo mexeu na estrutura operacional para segurar os preços ou no mix de produtos - por conta da pandemia? Se sim, explique os efeitos e o que esperar para o segundo semestre.

Lorenzo: Não seguramos investimentos e estamos desenvolvendo e apresentando vários lançamentos. Em relação aos ajustes, tivemos que reavaliar e reduzir os volumes de fabricação dos produtos que são para consumo fora do lar e, aumentar a produção dos itens com embalagens para consumo familiar. Quanto aos preços, é uma questão de mercado e seguem a regra de demanda: sobe quando falta, abaixa quando sobra produto.


Schettini: Em relação ao atendimento ao protocolo da OMS na indústria, poderia citar algumas das mudanças implementadas em razão da pandemia?

Lorenzo: O Laticínios Bela Vista se posiciona como defensor de todas as ações para minimizar o impacto social causado pela pandemia do coronavírus. Desde que as notícias sobre a disseminação do coronavírus chegaram ao Brasil, a empresa criou um comitê extraordinário para tratar todas as questões de interesse e desenvolveu uma série de medidas para preservar e resguardar os colaboradores.

As medidas de proteção à saúde estão sendo tomadas de acordo com as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde. Assim, até o momento, as ações foram: Suspensão de todas grandes reuniões, palestras e treinamentos para reduzir a aglomeração de pessoas; Promoção das ações de distanciamento social, evitando o contato pessoal, compartilhamento de utensílios e a aglomeração de pessoas; Adoção de trabalho remoto para colaboradores administrativos do escritório de Goiânia (GO); Redução das viagens a trabalho (e, agora, somente por carro) e suspensão das participações dos colaboradores em eventos; Divulgação de informações sobre prevenção e orientações sobre o coronavírus por meio da comunicação interna; Intensificação das ações para higienização das mãos e para controle das pessoas que adentram as unidades fabris; Distribuição extra de pontos com álcool em gel em todas as Unidades e com orientações sobre higienização das mãos; Os colaboradores do grupo de risco foram liberados para permanecer em casa; Nos locais que contam com refeitório, as cadeiras foram separadas, mantendo o distanciamento e a segurança recomendada.

O Laticínios Bela Vista está trabalhando fortemente e com todo cuidado com os colaboradores e o compromisso com a produção e distribuição de alimentos para a sociedade. É para que nossos produtos cheguem a todas as famílias brasileiras, de forma responsável, que a empresa está direcionando as ações para seguir com a produção e distribuição de alimentos, sem deixar que a sociedade fique desabastecida.


Schettini: Em termos de vendas, quais são as perspectivas para o segundo semestre?

Lorenzo: Caso o governo mantenha o auxílio para a população desempregada, acreditamos que o consumo de lácteos se manterá estável. Além disso, estamos ampliando as fábricas, buscando aumentar nossa participação no mercado.


Sobre a Piracanjuba

No mercado há 65 anos e na posição de 6ª marca mais escolhida nos lares de todo o país, a Piracanjuba preza pela qualidade, tradição, inovação e, sobretudo, por oferecer produtos que encantam os consumidores. A história apresenta marcos importantes, com lançamentos de produtos nutritivos e inovadores, como é o caso da Linha Zero Lactose para pessoas com intolerância à lactose e do Piracanjuba Whey, com 23g de proteínas e 5g de BCAA. Tudo isso para atender os desejos e necessidades dos consumidores, que não abre mão de sabor e praticidade.

Sobre o Laticínios Bela Vista

O Laticínios Bela Vista possui um portfólio com mais de 160 produtos, distribuídos nas marcas Piracanjuba, Pirakids, LeitBom, ChocoBom e MeuBom. Mantém duas grandes parcerias: Blue Diamond (cooperativa americana produtora de amêndoas), para produção e comercialização da marca Almond Breeze, e Nestlé, para a produção e comercialização das marcas Ninho e Molico, na modalidade leite UHT.

A empresa reúne sete Unidades Fabris, localizadas em Bela Vista de Goiás (GO), Governador Valadares (MG), Maravilha (SC), Sulina (PR), Araraquara (SP), Três Rios (RJ) e Carazinho (RS). Juntas, as fábricas têm capacidade de processar mais de 6 milhões de litros de leite por dia, mobilizando quase 3,2 mil colaboradores diretos.

A companhia é uma das quatro maiores indústrias de laticínios do Brasil e tem recebido importantes premiações e reconhecimentos nacionais e internacionais relacionados à marca Piracanjuba, aos produtos e à gestão, fundamentada em ideologia consistente e valores autênticos, como ética, valorização das pessoas e responsabilidade socioambiental.


Palhoça Você em Dia - Mobile
Covidômetro - Florianópolis - Julho
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro