Close Menu

Busque por Palavra Chave

MEU CASTELO

Sonetos e sátiras marcam 2º livro de poeta xaxinense

Nem parnasiano nem contemporâneo, o romântico Darci Lopes da Silva planeja lançamento em Xaxim
Por: Felipe Giachini
11/04/2017 09:23 - Atualizado em 11/04/2017 09:23
Assim que conseguir uma editora, escritor fará lançamento em Xaxim (Foto: Felipe Giachini/LÊ) Assim que conseguir uma editora, escritor fará lançamento em Xaxim (Foto: Felipe Giachini/LÊ)

“Minha obra é o meu castelo. Nela exponho meus sentimentos”. Assim o escritor e poeta xaxinense define o segundo livro de poesias da carreira. Aos 80 anos, seu Darci Lopes da Silva concluiu a obra “Meu Castelo” após dois anos e meio de inspiração e criatividade. Dezenas de poesias ocupam 138 páginas divididas em três poemas introdutórios - dois em homenagem à Chapecoense -; 33 sonetos românticos (pequenos poemas); 26 poemas românticos; 11 filosóficos – que trata de princípios morais -; seis sátiras – que tratam de assuntos cotidianos, como política, por exemplo -; e uma poesia final. Inclusive, a obra conta com duas composições que foram feitas para serem cantadas.

Seu Darci acredita ser um romântico clássico e mantém a tradição da poesia rimada. “É o romantismo do amor impossível, do não correspondido ou que não deu certo”. Ele garante que para conseguir fazer um bom trabalho depende mais da inspiração do que da vontade de escrever. “É algo que não é planejado e depende muito do estado de espírito ou de algum fato que inspira a criar”. Ainda conforme seu Darci há duas formas para se imortalizar: uma é nos filhos e outra numa obra, seja um livro, uma música, etc. “Um poema é uma das melhores formas de se imortalizar. É uma luta contra a morte”.

Parceria rotariana

Durante a visita da governadora do Distrito 4740 do Rotary Club, Cláudia Grander Barbieri, no ano passado a Xaxim, seu Darci a presenteou com o seu primeiro livro, “Assim falou a Maroca”, lançado em 2014. Em conversa com a rotariana, ele comentou que estava com todo o material pronto para lançar um novo. Ela pediu para que o escritor a entregasse a obra que ela faria um lançamento junto à entidade. A sugestão foi de imprimir 2.500 exemplares e distribuir dois para cada rotariano do Distrito.

Com o investimento, o valor arrecadado com a venda da obra será destinado à Fundação Rotária, que tem parceria com a Fundação Bill & Melinda Gates, que trabalha com um “fator multiplicador”, ou seja, todo o dinheiro arrecadado pelos rotarianos (em dólar) será acrescentado duas vezes mais pela Fundação Gates. Caso os exemplares forem vendidos por R$ 30, por exemplo, o lucro chegaria em torno de R$ 60 mil e, após levantado esse valor, o Rotary receberá R$ 180 mil para investir em campanhas em prol da erradicação da poliomielite.

Aproveitando que o livro já iria para a gráfica, seu Darci adquiriu mais 500 para futuramente lança-lo em Xaxim, assim que conseguisse uma editora. Além da economia de gastos na impressão, o poeta acredita que o mais importante é que seu livro fora veiculado em toda a região Oeste. O lançamento pelo Rotary aconteceu na noite da última sexta-feira (07), na Conferência Distrital, em Treze Tílias.


Outras Notícias
Covidômetro - Florianópolis
IPTU São José - 2021
Governo do Estado - Juntos somos mais fortes
Prefeitura de Palhoça - IPTU
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro