Close Menu

Busque por Palavra Chave

Piracanjuba - Mobile

PROCESSO DE FALÊNCIA

À venda, estrutura do Frigorífico Chapecó em Xaxim está avaliada em R$ 347 milhões

Juiz Marcos Bigolin autorizou venda de lote completo em 06 de outubro por valor superior a 50% do total
Arquivo/Lê Notícias Unidade de Xaxim emprega mais de duas mil pessoas e exporta frango para inúmeros países Unidade de Xaxim emprega mais de duas mil pessoas e exporta frango para inúmeros países

Por Axe Schettini

Após 16 anos do início dos trâmites do processo de falência do império agroindustrial fundado por Plínio Arlindo De Nês, a novela da Chapecó Companhia Industrial de Alimentos e S/A Indústria e Comércio Chapecó parece chegar a um fim no dia 06 de outubro, quando será realizada alienação dos bens na modalidade proposta, conforme edital de venda por proposta em processo de falência publicado pelo juiz Marcos Bigolin, da 3ª Vara Cível da Comarca de Chapecó, ainda no dia 27 de agosto.

Com quase 32 mil páginas, o processo falimentar terá o desfecho de buscar a liquidação, ou seja, levantar os bens ativos para realizar o pagamento das dívidas da Massa Falida, que é controlada pelo reconhecido escritório de advocacia Cavallazi, Restanho & Araujo Advogados Associados.

Síndico de toda estrutura que pede falência, o advogado Alexandre Brito de Araujo está há anos buscando alternativas para equilibrar a vida financeira do município de Xaxim, já que somente na unidade de abates são empregados 2.279 funcionários. Sem deixar a megaestrutura fechada, arrendou à Diplomata de 2003 a 2012 e à Aurora, desde 2013, com data para findar em 31 de janeiro de 2021, quando a Cooperativa Central Aurora Alimentos deixará a unidade.

Avaliado em R$ 347.692.922,30, com números atualizados em 31 de julho, os bens alienados contemplam: Unidade Abatedouro de Aves, Fábrica de Ração, Incubatório Xaxim, Granja Diadema, Granja Cachoeirinha, Reflorestamento Hervalzinho, depósito de lenha e a sede social, excluindo a Granja Pocinho e a Granja Rodeio Bonito. O advogado Alexandre Brito de Araujo permanece à disposição dos interessados para visitação dos imóveis e apresentar informações detalhadas sobre os ativos à venda, que estão especificadas no site falenciachapeco.com.br.

Conforme o edital publicado pelo juiz Marcos Bigolin, as propostas deverão ser entregues no dia 06 de outubro, das 14h às 16h, no Salão do Júri do Fórum da Comarca de Chapecó, e só serão aceitas com valor superior a 50% da avaliação, ou seja, a partir de R$ 173.846.461,15. Ainda, conforme consta no edital, o comprador deverá realizar pagamento à vista ou parcelado, com quitação imediata de pelo menos 30% do valor proposta e o restante do saldo em até 10 parcelas de igual valor.

Logo após serem entregues, às 16h15 o juiz Marcos Bigolin irá realizar a abertura dos envelopes, informando o valor das propostas habilitadas. Caso seja constatada a existência de propostas não inferiores a 70% do valor da maior proposta ofertada, o juiz questionará, na própria audiência, se algum proponente deseja apresentar oferta mais vantajosa, concedendo-lhes o prazo de 15 minutos para apresentação de nova proposta.

Segundo o magistrado, será considerada vencedora a proposta que apresentar o maior valor para aquisição dos bens objeto do certame. Antes do julgamento, haverá manifestações do síndico e do Ministério Público, também espaço para os credores realizarem possíveis reclamações.


Outras Notícias
Publicações Legais Mobile
Alesc - Setembro
Vederti Mobile
Sicoob Mobile
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro