Close Menu

Busque por Palavra Chave

PSDB da Capital é a força da representatividade

Por: Marcos Schettini
14/09/2020 18:41 - Atualizado em 14/09/2020 18:41
Divulgação

NOÇÃO

A entrada de Topázio Silveira Neto na chapa de reeleição de Gean Loureiro, trouxe um fato novo dentro do PSDB de Florianópolis. Os tucanos buscaram manter João Batista Nunes, mas o coletivo do governo pressionou recuo.


DECISÃO

Quem não tem carimbo, leva papel em branco. O prefeito tomou a decisão sob consulta. Como fazem todos os partidos em discussões políticas. O PSDB sabia da força dos aliados sob a garganta do prefeito e, para não perder todos, decidiu por um.


MAIS

Os vereadores e suplentes ligados ao prefeito subscreveram uma nota dando direcionamento de afinidade. Portanto, quem fala em nome dos partidos é a representação. Titulares e suplentes deram um veredito pela coligação.


PERIGO

Uma coisa é ser governo, outra oposição. Se o PSDB fizer uma consulta com os quadros para de usar o rumo, permanecem onde estão. Os tucanos são ave, não burros. Gean tem a máquina e a oposição a intenção.


COERÊNCIA

Edinho Lemos, Renato da Farmácia e Edmilson Pereira, além do leque de suplentes como Jeferson Backer, Luciano Formigheri, Juninho Mamão e Aurélio Valente, afinaram pró-Gean. Se isso é uma verdade demonstrada, Marcos Vieira olha 2022.


ESTADUAL

O casamento entre Marcos Vieira e Geovania de Sá para 2022, se dá no desenho de 2020. A sigla tem governo, estrutura e altura de chegada. Nem Angela Amin acredita nisso. A deputada levaria o corpo. O pessoal do aterro, permanece.


QUADRO

Se todos os sete assumiram o mandato na Câmara de Florianópolis, eles olham o resultado eleitoral agora. Apoiar a oposição só convence quem ficou de fora. Se não assumiram, participaram do governo.


ENTÃO

Se João Batista Nunes respeita-se, não teria moral para bater no governo que faz parte. Ou lança candidatura própria mostrando toda sua indignação, ou ir com a oposição tira toda sua luz política. Se não apoia Gean Loureiro, melhor mostrar dignidade.


FÍGADO

Entrar no bloco da oposição porque tem o coração ferido, mostra que o PSDB pode passar da fase de dor para à razão. Ganha-perde é diferente do ganha-ganha.

Palhoça Você em Dia - Mobile
Alesc - Julho
Radial Julho
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro