Close Menu

Busque por Palavra Chave

MANUTENÇÃO

Vereadores buscam apoio para Casa Familiar Rural

Colégio voltado ao agronegócio enfrenta dificuldades financeiras
Por: Janquieli Ceruti
17/04/2017 11:35 - Atualizado em 17/04/2017 11:36
Casa Familiar Rural de Xaxim é a única escola técnica voltada à agricultura da região da Amai (Foto: Casa Familiar Rural) Casa Familiar Rural de Xaxim é a única escola técnica voltada à agricultura da região da Amai (Foto: Casa Familiar Rural)

Xaxim – Oito municípios do Oeste, que possuem alunos na Casa Familiar Rural de Xaxim, deverão passar a colaborar financeiramente com a instituição de ensino, que oportuniza formação complementar em agronegócio a jovens do interior. Conforme os vereadores Volnei Dervanoski (PSD) e Alcir Cassaniga (PP), autores de indicação feita no Legislativo de Xaxim, somente 13 dos 45 estudantes do local, situado na linha Pilão de Pedra, moram no município. Os outros 32 são provenientes de Lajeado Grande (2); São Domingos (2); Ouro Verde (3); Passos Maia (4); Marema (5); Abelardo Luz (5); Bom Jesus (5); e Xanxerê (6). Para que possam estudar, o município de Xaxim investe R$ 277,33 em um dos alunos todos os meses. O investimento coletivo, somado às despesas gerais, chega a quase R$ 12.500 mensais e somente uma pequena parcela deste valor é custeada por parte dos alunos. Desta maneira, conforme Dervanoski, a Casa Familiar acumula dívidas.

DIFICULDADES

A situação da unidade, que visa ampliar horizontes de filhos de agricultores e incentivar a permanência no campo, é tão preocupante que até mesmo a conta de água está pendente. Conforme Cassaniga, condições estruturais também preocupam, tendo em vista que as redes de internet e telefonia são insatisfatórias; e que os alunos tiveram de improvisar um campo de vôlei para que as aulas de Educação Física pudessem acontecer, além de terem de usar o campo da comunidade.

Criada em 2000, a Casa Familiar formou cerca de 200 jovens nestes 17 anos de trabalho. Durante todo o período, ainda de acordo com os vereadores, a Prefeitura de Xaxim arcou com todos os custos, mas, conforme Cassaniga, o município não pode seguir com o acúmulo de responsabilidades financeiras.

ESTRATÉGIA

Durante a explanação, o vereador Gildomar Michelon (PMDB), que já atuou como secretário de Educação de Xaxim, sugeriu contato com a Gerência de Educação de Xanxerê. Conforme ele, a Secretaria de Estado da Fazenda possui recursos para todos os alunos matriculados no Ensino Médio através do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e do Projeto “Salário-Educação”. Assim, a estratégia seria alertar sobre a situação e firmar convênio estadual para repasse proporcional. “É uma fatia que acaba ficando para o Estado. O mesmo acontece com o Cejax”, conclui Michelon.


Outras Notícias
Covidômetro - Florianópolis
IPTU São José - 2021
Governo do Estado - Juntos somos mais fortes
Rech Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro