Close Menu

Busque por Palavra Chave

AQUI TEM GOVERNO

Pesquisa liderada pelo reitor da Udesc avalia situação de universidades na pandemia

Por: LÊ NOTÍCIAS
14/10/2020 11:10 - Atualizado em 14/10/2020 11:15
Ricardo Wolffenbüttel/Secom Levantamento de ações adotadas orientará gestores pelo País Levantamento de ações adotadas orientará gestores pelo País

Uma pesquisa feita pela Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (Abruem), sob liderança do reitor da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), Dilmar Baretta, buscou analisar o cenário das instituições afiliadas à entidade diante dos efeitos da pandemia de Covid-19.

Os resultados apresentam números sobre como as universidades foram impactadas e estão lidando com a pandemia, elencando pontos positivos e negativos das ações adotadas e resumindo as aprendizagens. Acesse o resumo dos resultados no informativo da Abruem.

Realizado em agosto e setembro, o levantamento foi conduzido pela Câmara de EAD da Abruem, que é presidida pelo reitor da Udesc e secretariada pela professora Carmen Maria Cipriani Pandini, do Centro de Educação a Distância (Cead).

OBJETIVOS

O principal objetivo da iniciativa foi nortear decisões dos gestores e gerar propostas e sugestões, visando minimizar possíveis impactos negativos e qualificar os processos de gestão universitária para melhor atender às comunidades interna e externa.

Ao todo, 44 instituições responderam ao questionário, que abordou, entre outros temas, a realização de aulas presenciais mediadas por tecnologia durante a pandemia, o percentual de alunos com acesso à internet e as ferramentas de comunicação e de aprendizagem utilizadas pelas instituições.

Segundo Baretta, a pesquisa fornece um panorama geral da realidade das instituições com relação à implementação de ensino remoto devido ao isolamento social imposto pela pandemia de Covid-19.

EVOLUÇÃO NA ADVERSIDADE

"Nos surpreendemos com alguns resultados. Percebemos que o início foi bem desafiador, mas, na medida do possível, quando os reitores começaram a socializar os problemas, as soluções foram sendo criadas", destaca o reitor da Udesc.

Baretta ressalta que, com a implementação do ensino mediado por tecnologias, as universidades perceberam que o prejuízo em termos de aprendizagem foi muito menor do que o imaginado.

"O ensino está passando por transformações e é preciso acompanhar essas mudanças. Nos últimos meses, avançamos alguns anos em questões relacionadas às formas de ofertar educação, reconhecendo que as universidades precisam dar respostas aos acontecimentos atuais, dialogar e estar aberta à sociedade, buscando oferecer alternativas em todos as dimensões, no ensino, na pesquisa e na extensão."

Ele destaca ainda que muitas universidades, dentre elas a Udesc, trabalham propostas para a implantação do ensino híbrido após a pandemia. "Essa proposta envolve avaliações, discussões, diálogos, revisão de projetos de modo a atender as demandas e os anseios de toda a comunidade acadêmica", afirma.

Para Carmen Pandini, que foi responsável pela consolidação dos dados, "a pesquisa está alicerçada na dinâmica das relações vividas no interior das universidades associadas e fornece um corpus de dados consistente, que servirá para rever conceitos, reavaliar práticas e revisar planejamentos".

"Ela traz para o centro dos debates as sensações e os sentimentos do vivido, do acontecido e do acontecendo em distintos contextos e realidades. E isso está demonstrado nos relatos. Percebemos que o trabalho em rede, a solidariedade e o cuidado com o outro ainda são princípios que permeiam as relações de trabalho e a gestão universitária", afirma Carmen.

RELEVÂNCIA

O vice-presidente da Abruem e reitor da Universidade de Pernambuco (UPE), Pedro Henrique Falcão, destacou a importância do levantamento: "Os dados irão ajudar os gestores das diversas universidades afiliadas a entenderem a realidades das instituições como um todo e a compartilharem experiências exitosas no que se refere ao ensino em tempos de pandemia".

A Abruem congrega, ao todo, 46 instituições públicas de ensino superior que possuem, juntas, mais de 702 mil estudantes universitários em 2.283 cursos de graduação. Na pós-graduação, são cerca de 111 mil alunos matriculados em 792 programas de mestrado e 521 de doutorado.


Outras Notícias
Alesc - Junho - Mobile
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro