Close Menu

Busque por Palavra Chave

São José é maior que Luizinho; Caroline de Toni não cumpre; Jorginho Mello salta para 2022; MDB em guerra contra PSD; PSDB livre em Chapecó; Abelardo sai das trevas

Por: Marcos Schettini
09/11/2020 09:30
Divulgação

Abelardo vai das trevas à luz

Tiago Kosinski, um vereador simples de 34 anos, se tornou a grande opção para ser prefeito do município das cachoeiras que é dominado pelas famílias Santin, Fantinelli e Cavassini. Nerci Santin foi duas vezes cassado do cargo. Faz 20 anos que ele e Dilmar se revezam disputando a eleição. São dois candidatos vencidos que não enganam mais o eleitor. Wilamir Cavassini é um homem honesto que enfrenta a juventude de Tiago, o nome de Jorginho Mello, senador forte junto ao presidente Jair Bolsonaro, que visitou o rapaz e ofereceu a ele as portas abertas em Brasília. O rapaz desafia tudo e todos. Se respeita cada um deles, vai crescendo na opinião do eleitor que acordou. Os ventos estão mudando em Abelardo a favor do cidadão que não suporta mais as trevas da mesmice que está tropeçando. Ganha luz a simplicidade do jovem Kosinski que derruba as pesquisas forjadas em uma ruptura histórica.


MARCIANO

Luizinho da Regional, o desparafusado candidato a prefeito de São José, passou dos limites ao dizer que ninguém nasce no município. Desconhecedor total da realidade do cidadão, é um maluco que não sabe absolutamente nada da vida comunitária local.


ESTRANHO

Sem saber a direção do vento, Luizinho é um alienígena pleno da história local. Das tantas bobagens que fala, virou piada. Um candidato alucinado, que afirma que São José não tem hospital e que há anos ninguém nasce no município. Saiu de onde esta criatura?


CHORÃO

Caindo na realidade de suas tolices, Luizinho fez um programa apelativo para dar sustentabilidade ao seu perfil alienígena, marciano mesmo, que não conhece a vida comunitária de São José. O eleitor entendeu que as maluquices dele viraram lágrimas.


SOCORRO

Os modos baixos que Luizinho usa ao enganar o eleitor, mostra que a democracia muitas vezes se choca com a verdade. O candidato do PSDB é, sem dúvida, a maior fraude eleitoral em uma eleição municipal. São José já sabe disso.


FRAQUÍSSIMA

O candidato a prefeito de Chapecó pelo Patriota esperou bem mais de Caroline de Toni na ida de Jair Bolsonaro no aeroporto. Quem dominou o cenário foi a força de Jorginho Mello junto ao presidente. Leonardo Granzotto nem chegou perto.


EXAGERO

Andando ali e lá ao lado de Eduardo Bolsonaro para todos os cantos, a deputada Caroline de Toni mostra muito no momento errado. Quando Granzotto precisou mais de sua força, foi aí que ela não teve papel nenhum.


CRESCIMENTO

A cúpula do MDB esteve em Chapecó para dar uma empurrada forte em favor de Cleiton Fossá e afirmam ter crescido muito na campanha eleitoral. Com chapa pura, garantem que o ulyssista vai virar os números sobre João Rodrigues.


ATAQUE

Embora João Rodrigues não esteja nem um pouco preocupado com o MDB, os movimentos a partir de hoje começam a ganhar corpo político contra o PSD. A sigla de Celso Maldaner afirma que as chamadas pesquisas vão tirar os pessedistas do rumo.


ENTÃO

João tem a liderança forte, muito bem estruturado e uma militância aguerrida em seu favor. Mas até domingo muito pode acontecer. Se ele se mexe forte, os demais também na mesma proporção. Cláudio Vignatti e Cleiton Fossá se movimentam.


ELE

Marcio Sander está tranquilo em sua disputa pela Prefeitura de Chapecó. Não atacou ninguém na eleição, olha para o futuro e afirma-se com capacidade para ser prefeito porque o município conhece seu trabalho.


MAIS

Sem a raiva que marca a guerra entre PSD, MDB e PSB, o PSDB foge deste confronto que, no final, Marcio Sander sabe que quem decide os rumos são os eleitores. Os tucanos nunca disputaram uma eleição a prefeito e ele é a aposta. Dando certo, assume. Ou olha o futuro.


DENÚNCIA

O crescimento da campanha Fernanda Paglia, única mulher a disputar uma eleição na história de Ponte Serrada, tira o sono de Tibe Wrubel. Os aliados do prefeito do MDB estão armados ameaçando eleitores.


SÉRIO?

Fernanda Paglia é do partido do senador Jorginho Mello e uniu todos os ex-prefeitos ao redor de seu nome. Ela é atual vice-prefeita, mas é impedida de entrar na prefeitura desde 2017. Quando descobriu um leque de corrupção no governo do Tibe, a candidata do PL foi expulsa.



Semasa Itajaí
Alesc - Novembro
Unochapecó
Rech Mobile
Publicações Legais Mobile

Fundado em 06 de Maio de 2010

EDITOR-CHEFE
Marcos Schettini

Redação Chapecó

Rua São João, 72-D, Centro

Redação Xaxim

AV. Plínio Arlindo de Nês, 1105, Sala, 202, Centro